nossa equipe

Conheça nossa equipe e os fundadores do projeto Equilíbrio dos Reforços.

RODRIGO MARQUES

Rodrigo Marques sempre foi apaixonado por animais desde a sua mais tenra infância, principalmente por cães. Mesmo com todo esse amor aos cães, a sua família, que o adotou quando ele tinha apenas quatro anos de idade, nunca demonstrou algum interesse pelo universo pet, apesar de sempre demonstrarem respeito os animais. Rodrigo foi criado em um apartamento até seus 12 anos de idade e, naquela época, era praticamente proibido se ter animais em apartamento. Ainda assim, sempre demonstrou uma grande facilidade em lidar e se comunicar com os cães dos seus amigos de infância e vários outros que viviam na mesma rua em que ele morava.

Na sua adolescência, após ir morar numa casa com quintal, não cansava de pedir para seus pais a oportunidade de ter um cãozinho.

 

Rodrigo então, com ajuda seu irmão mais velho que percebia o seu grande apreço pelos cães, sugeriu que Rodrigo procurasse um canil para trabalhar, assim poderia ter mais contato com aquilo que amava. Desse modo, com ajuda de seu irmão, Rodrigo conseguiu seu primeiro emprego trabalhando como tratador em um canil. Lá ele teve seu primeiro contato com adestradores e esse foi início de sua carreira. Nessa mesma época, Rodrigo ainda trabalhava todos os finais de semana na feira livre, vendendo frutas para complementar sua renda e poder investir na aquisição de livros, revistas e fitas de vídeo que falavam de adestramento.

Com o passar dos anos seu amor pelos cães e pelo adestramento crescia cada vez mais. E junto a isso o seu forte de desejo de ter um cão para chamá-lo de seu.  E foi no ano de 1998, quando seu pai adotivo, mas do coração, foi diagnosticado com câncer, é que Rodrigo pediu novamente para ter um cão em casa. Desta vez, a resposta foi “sim”. Infelizmente, 4 meses depois após o diagnóstico, seu pai veio a falecer.

Junto de seu primeiro cão, “Gamarra”, Rodrigo passou a fazer sucesso pela cidade e, com apenas 15 anos, passou a trabalhar exclusivamente com o adestramento de cães. Sua fama foi se espalhando pelas redondezas e lhe garantindo muitos clientes, mesmo com a pouca idade.

Nunca parou de ler, estudar e comprar materiais de cursos.

Tendo seu interesse em melhorar cada vez mais como adestrador, Rodrigo não parava de ler qualquer conteúdo que caísse em suas mãos. Além disso, aos finais de semana, passou a frequentar o Clube do Pastor Alemão em São Paulo e teve a possibilidade de observar de perto os mais renomados profissionais da época. Neste período, teve grandes mestres, mas o que mais teve influência sobre o seu trabalho foi o já falecido Luiz Gabriel, da LG k9.

Ao completar 18 anos, com todo o dinheiro arrecadado com o suor do seu trabalho em adestramento, Rodrigo comprou o seu primeiro canil escola, que por uma coincidência do destino foi onde ele teve o seu primeiro emprego.

Seguindo sua sede por conhecimento, Rodrigo começou a participar de vários cursos nacionais e internacionais com renomados adestradores do mundo. Prática que mantém até hoje, variando toda a forma de conteúdo que possa ter contato e evoluir como profissional, seja na área de Obediência Canina, Comportamento Animal, Show Dog Avançado, Faro de entorpecentes e explosivos, Cão Guia De Cego, Busca e Resgate com cães farejadores, KNPV (Cães de polícia-Holanda), Agility Dog, IGP (cães de trabalho), Técnicas Atuais de Cães Policiais K9 (EUA), Mondioring, entre outros.

Com a expansão das informações através da Internet, além de estudar ele também passou a apresentar os seus resultados obtidos. O sucesso do seu trabalho o levou a um grande reconhecimento nacional, inclusive sendo convidado a participar de programas de televisão.

Com toda a repercussão dos seus resultados obtidos com os mais variados tipos de cães, outros adestradores da cidade começaram a visitar o parque da cidade para poder acompanhar seus treinos. Além disso, começaram a chegar pedidos para que ele ministrasse cursos para ensinar suas técnicas. Entretanto, como os cursos da época eram ministrados em sua grande maioria por praticantes de alguma modalidade esportiva canina, Rodrigo ainda não se sentia ainda seguro para ministrar os seus.

Tudo mudou quando em 2013, quando ao efetuar uma pesquisa no Google, descobriu novas informações sua família biológica a qual ele não sabia nada a respeito. Rodrigo então, pode conhecer seu pai biológico que, até então, só sabia o nome.

Ao viajar para Goiânia, para conhecer seu pai, descobriu que seu avô paterno, o qual também nunca tinha ouvido falar, havia sido um grande treinador de cães. Rodrigo ouviu por horas os primos e tios falando dos feitos do seu avô com os cães, sendo o Pastor Alemão Pilotto o que mais se destacou.

Isso serviu de grande inspiração para Rodrigo que, no mesmo ano, tomou a decisão de ministrar cursos, difundindo o seu método de trabalho. Já em seu primeiro seminário, intitulado “O Equilíbrio dos Reforços”, teve todas as vagas de participantes esgotadas.

Em seu segundo seminário, Rodrigo teve a oportunidade de conhecer o seu novo aluno, o qual também se tornaria seu grande mestre, amigo e sócio, Murilo Garcia, formado em Psicologia e Mestre em Análise do Comportamento.

Murilo entrou com seu profundo conhecimento científico e extrema organização, para transformar o que Rodrigo tinha como praticamente uma habilidade natural, em um exclusivo sistema de adestramento, que passou a ser chamado de S.E.R (Sistema Equilíbrio dos Reforços).

Essa poderosa junção entre duas mentes, simplesmente obcecadas pelo comportamento e aprendizado canino, potencializou ainda mais a eficácia de um trabalho que já apresentava grandes resultados. Logo em seguida, os cursos e seminários do Equilíbrio dos Reforços passaram a serem realizados com muito sucesso em todo o país.

Os seminários e cursos presenciais da Equilíbrio dos Reforços são até os dias de hoje os mais assistidos em toda história da cinofilia brasileira.

Rodrigo Marques é instrutor da Equilíbrio dos Reforços e atualmente dedica sua vida a buscar cada vez mais uma forma mais justa e eficaz de adestrar cães e solucionar problemas comportamentais, assim também, a transmitir seu conhecimento para seus colegas adestradores, tendo como grande parceria na construção de novos cursos e seminários o grande amigo, mestre e sócio Murilo Garcia.

MURILO GARCIA

A Paixão de Murilo por cães, como ele mesmo diz, remonta a “desde que eu me conheço por gente”. Desde muito pequeno, os cães são praticamente um dos maiores interesses de sua vida. Ao ponto de enrolar um cinto de roupão em seu pescoço, prendê-lo em uma gaveta da escrivaninha do seu pai e dormir sobre um travesseiro, debaixo da mesma.

Mas um fato muito curioso é que, apesar de toda essa fascinação pelos cães, Murilo era incapaz de se aproximar de um. Até os 11 anos de idade ele teve fobia de cães, ou seja, um medo desproporcional e irracional daquilo que era a sua grande paixão.

 

Após perder este medo, de forma inexplicável, em um domingo de páscoa, apaixonado e agora também podendo se aproximar dos cães, Murilo aproveitou todas as oportunidades para interagir com o cão. Por morar em apartamento o sonho de ter um cão, só pode ser realizado aos 15 anos, depois de muita insistência. O seu companheiro Nick, o acompanhou da adolescência até a fase adulta, quando Murilo estava com 31 anos.

Devido ao seu grande interesse pelo comportamento, tanto humano, quanto animal, Murilo acabou ingressando em um dos cursos de Psicologia mais renomados do país, na UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Durante a sua graduação, o tema da interação humana com os cães sempre foi um assunto que permeou todo o curso, em várias disciplinas. Outro foco grande de seus estudos durante a faculdade, foi a área de Análise Experimental do Comportamento, na qual participou de várias disciplinas extras. Ao formar-se no curso, seus estudos se estenderam por mais 3 anos, participando do Mestrado na já estudada área de Análise Experimental do Comportamento.

Após concluído o Mestrado, ingressou em um curso de Especialização em Análise do Comportamento, na mesma Universidade onde havia sido feita a sua graduação e pós-graduação stricto sensu. Todavia, por questões políticas da Universidade e o curso foi encerrado em suas aulas finais.

Nessa época, os seus interesses pelo comportamento canino e adestramento se tornavam cada vez mais fortes, ao ponto em que os livros de comportamento humano se empilhavam sobre a escrivaninha, enquanto os de comportamento dos cães se empilhavam sobre o criado mudo.

Tentando treinar seus próprios cães, baseado no que havia aprendido na academia e não encontrando grande sucesso, Murilo passou a comprar livros e DVDs de adestramento, principalmente nos Estados Unidos, onde a quantidade de conteúdo disponível era muito maior do que no Brasil. Além disso, começou a frequentar também seminários de adestramento.

Apesar de todo o conhecimento teórico obtido, ainda se sentia muito incomodado com os poucos resultados obtidos. Pois, por mais que tivesse estudado muito, observava que profissionais com muito menos instrução formal, conseguiam resultados muito superiores com seus cães.

Nesse período, toda a sua formação e base de estudos seguia uma orientação totalmente positivista, pautada única e exclusivamente no Reforçamento Positivo. No entanto, os resultados com os cães ainda eram muito limitados. Além disso, outra coisa que o incomodava muito era a falta de um sistema de treinamento dos cães onde, assim como numa escola, uma série é base para os estudos do ano seguinte. Ele notava que todos os livros e cursos ensinavam técnicas aleatórias para comportamentos diversos, sem estabelecer uma sequência prática de construção de um aprendizado, no qual comportamentos mais simples iam dando fundação para comportamentos mais complexos.

Mas foi apenas após um acidente na BR, no qual tomou um grande susto, que Murilo se viu diante de um dilema: Continuar trabalhando na área de Gestão de Pessoas exclusivamente e manter a sua paixão pelos cães como Hobby, ou partir para aplicação de seu conhecimento de comportamento humano e animal para aplicá-lo profissionalmente na melhoria da qualidade de vida de pessoas e de cães, ao conviverem juntos.

Foi então que o ar-condicionado, as roupas sociais, sapatos engraxados, pastas e documentos, deram lugar as calças sujas, botas desgastadas, muito suor e sorriso de alegria estampado no rosto. Não que antes não fosse feliz trabalhando com psicologia organizacional, mas trabalhar com psicologia associada a pessoas e cães, lhe trazia o verdadeiro significado de PROPÓSITO DE VIDA.

Pautado então nos conhecimentos adquiridos em um MBA em Gestão Empresarial da Fundação Getúlio Vargas, cursado enquanto trabalhava para uma grande empresa, Murilo abriu um centro pet com vários serviços, inclusive Adestramento de Cães. Mesmo assim, seu desconforto com os resultados de seu trabalho realizado ainda sem uma formatação muito bem definida e pautada exclusivamente em reforçamento positivo, ainda não lhe satisfaziam.

Preparando uma viagem para os Estados Unidos em busca de formação, já que lá era a fonte da maior parte de seus estudos, Murilo recebeu a propaganda de um certo seminário, em São Paulo, intitulado “Equilíbrio dos Reforços”. Foi paixão à primeira vista. Pela primeira vez ele se deparava com uma sequência lógica e organizada de formação dos aprendizados de um cão. Envolvendo com coerência, sistematização, base conceitual e focada no bem-estar humano e animal, um trabalho que produzia resultados de altíssimo nível.

Pautado pelo amor mútuo aos cães e o desejo de elevar o adestramento de cães a níveis ainda mais altos, Murilo formou uma forte amizade e parceria com quem se tornou o seu maior mestre no adestramento de cães, o renomado adestrador Rodrigo Marques.

Junto com Rodrigo, sistematizaram e organizaram o método de formação de cães já aplicado poro este último, e que já conseguia resultados extraordinários e conhecidos no Brasil inteiro. O fruto deste trabalho conjunto veio a ser tornar conhecido hoje como o Sistema Equilíbrio dos Reforços (S.E.R).

Além da participação como co-criador do Sistema Equilíbrio dos Reforços (S.E.R), Murilo também contribuiu com a elaboração do conteúdo de vários seminários que hoje rodam o Brasil pela escola de mesmo nome. Também pela escola Equilíbrio dos Reforços, teve a oportunidade de ministrar seminários para alunos do curso de formação, sobre temas diversos, como a História do Adestramento, bem como seminários de Psicologia Canina para forças especiais com cães no Rio de Janeiro e Santa Catarina. Outros cursos também ministrados foram realizados na Universidade Positivo de Curitiba e em Florianópolis, sendo também chamado a participar todo semestre como professor convidado na aula de Modelagem de Comportamentos, da disciplina de Análise do Comportamento, do curso de Psicologia da psicologia da UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA.

Devido a sua facilidade com a língua inglesa, Murilo pode estudar conteúdos diversos, de variadas fontes, bem como acompanhar e manter contato com adestradores do mundo todo, inclusive traduzindo seminários internacionais no Brasil. Ainda por essa capacidade, foi convidado a ser o revisor técnico da versão brasileira da famosa série de livros “For Dummies”, intitulada “Dog Training for Dummies” (Adestramento para Iniciantes, no Brasil).

Apaixonado por Adestramento de cães, Murilo é um estudioso incansável, participante de vários seminários nacionais e internacionais quem juntamente com Rodrigo Marques, buscam elevar o estudo e prática do Adestramento Canino ao conhecimento de todos para uma convivência, mais harmônica, saudável e feliz entre seres humanos e cães.

dúvidas frequentes